Pular para o conteúdo principal

Alimentação á Base de Milho | Dica


O milho é um dos alimentos mais versáteis do mundo. Pode ser colhido antes de os grãos estarem maduros para ser consumidos na espiga. Maduros os grãos podem ser moídos ou deixados inteiros para serem utilizados de várias maneiras:por exemplo flocos de milho para o café-da-manhã ou pipoca. Outros são moídos em farinha de texturas diversas. O milho é uma boa fonte de ferro, mas é pobre em outros nutrientes comuns na maioria dos cereais. O milho amarelo contém carotenos antioxidantes, ao contrario das variedades brancas.


Canjica: São grãos secos de milho branco ou amarelo, inteiros ou partidos, dos quais a casca e o germe foram removidos. Precisa ser amolecido pela fervura em leite ou água.

Canjiquinha: É a canjica moída em diversas texturas: fina, média ou grossa. Costuma ser cozida como mingau com água ou leite, até ficar consistente, para ser servido no café-da-manhã ou como acompanhamento em pratos de carne.Como da canjica e da canjiquinha removem-se o germe e a casca externa, o teor de nutrientes é reduzido. Nos Estados Unidos onde a canjica e a canjiquinha são populares estes são enriquecidos com vitaminas do complexo B e ferro.

Farinha de milho (fubá e polenta) é milho moído em várias texturas, desde um pó fino até farinhas mais grossas. Contém aproximadamente 95% do grão integral e é uma boa fonte de ferro. Pratos feitos com farinha de milho, como mingaus, bolos, broas, panquecas e pão, apresentam carboidratos complexos numa forma facilmente digerível. Uma das maneiras mais comuns de usar a farinha de milho é no tradicional prato do norte da Itália, a polenta, no qual a farinha de milho é cozida em água ou caldo até engrossar. Pode ser consumida tanto cremosa quanto purê, ou firme . Existe uma farinha de milho especial para polenta de um amarelo vivo e com textura granular como a da semolina.

Masa harina: é a farinha usada para tortillas de milho. Grãos de milho secos são deixados de molho e depois cozidos em água de cal (água misturada com óxido de cálcio), antes de serem moídos em forma de farinha, que em seguida é seca. 

Texto da escritora Luzia Couto. Direitos Autorais Reservados a autora. Proibida a cópia, colagem, reprodução de qualquer natureza ou divulgação em qualquer meio, do todo ou parte desta obra, sem autorização expressa da autora sob pena de violação das Leis Brasileiras e Internacionais de Proteção aos Direitos de Propriedade Intelectual. -Luzia Couto é autora do Romance "Uma prisão no paraíso", á venda nas livrarias Clube de Autores (Versão Impressa) e Amazon (Versão Digital).

As Mais Lidas do Mês

Uma professora de letras.

Marly é formada em letras e leciona na faculdade de sua cidade tem muitos alunos e muitos amigos, mas também alguns inimigos dentre eles um aluno rebelde que se impõe a todos que se intimidam com ele, Marly é umas poucas que não se deixa ser imposta pelo jovem, este jura matar a professora se não lhe der notas boas, porém ele não faz o mínimo esforço para isto nem disciplina tem. A professora diz estude e conquiste notas boas assim as terá, não é justo que lhe dê notas só por medo seus colegas estudam se esforçam faça o mesmo. O jovem é Leandro tem 21 anos de classe média alta e só anda com uma turma do mal. Os colegas se sentem ameaçados por ele e sempre fazem as coisas que ele quer, um deles Arinos está cansado e quer colocar um basta na situação, estava estudando um meio de se livrar das ameaças do jovem colega. Depois de uma cansativa prova de química Arinos vai ao banheiro e surpreendido por Leandro quando volta, este lhe aperta contra a parede e quer que ele dê um susto na profe…

Literatura | Poesia | Amor que morre.

Amor que morre. Corpos suados corações despedaçados Olhar distante amor quebrado.
Mentes vazias almas feridas sonhos abortados Lágrimas nos olhos perguntas sem respostas.
Alma triste coração em prantos Memorias passadas vidas atónitas.
Distante do amor sentimentos misturados Ódio amor saudade lembranças e nada mais.
Fica tudo sem nexo perdido entre nada Mesmo que pareça longe ele está ali.
Toda vez que os olhos buscam uma direção o coração desvia sabe o que espera além.
Um enorme vazio se faz a alma grita O coração sofre os olhos choram.
Nada mais a ser feito morre ali o amor Aquele coração ferido certamente sofre.
Mas longe da li ele o amor vive Em outra dimensão em outros corações.
Texto da escritora Luzia Couto. Direitos Autorais Reservados a autora. Proibida a cópia, colagem, reprodução de qualquer natureza ou divulgação em qualquer meio, do todo ou parte desta obra, sem autorização expressa da autora sob pena de violação das Leis Brasileiras e Internacionais de Proteção aos Direitos de Propriedade…

O Amor Vencedor.

O amor vence qualquer obstáculo em sua amplitude, não digo amor entre homem e mulher, mas em todos os sentidos; amor fraterno, pela vida em todo seu conceito amplo de amar. Quando Deus, em sua infinita misericórdia deu seu único filho para morrer por nós, foi a maior prova de amor que demostrou existir. Amar a Deus sobre todas as coisas,depois a si próprio, e a seu próximo como a ti mesmo.   Não existe como demonstrar este sentimento lindo se você estiver em seu coração amargura e rancor, quando deixar o amor entrar em sua vida, verá como ele transforma tudo a sua volta, tristeza em alegria, desespero em esperança, ódio em amor , guerra em paz, trevas em luz, descrença em fé, assim todo e qualquer sentimento ruim transformar-se-á em amor. Pois se houver um obstáculo ele será rompido por este sentimento bom.  Para viver feliz não precisa muito, basta crer no poder de cura do amor, ter fé e a transformação começará, precisamos acreditar que tudo é possível ao que crê e que a única coi…